VINICUNCA

Aproximadamente 100km à sudeste da cidade de Cusco encontra-se um dos mais novos atrativos turísticos do Peru: Vinicunca, ou como muitos preferem chamá-la, a "Montanha do Arco-Íris", visita obrigatória atualmente a quem se dispuser a fazer uma caminhada pesada a mais de 5000 msnm!

À cerca de 15 anos, ela era praticamente desconhecida pelo mundo. Apenas os camponeses locais a conheciam. Mesmo assim, não sabiam de seu grande diferencial: as cores. Elas estavam ocultas por uma permanente camada de neve.

Com o aquecimento global acelerado, atualmente a montanha encontra-se sem neve na maior parte do ano, e o degelo, segundo as pesquisas indicam, ainda está ocorrendo em velocidade considerável. 

O percurso até lá não é fácil, embora a crescente onda de turismo leve cada dia mais gente até lá. Isso pode até ser bom por um lado, mas por outro revela dados preocupantes demais.

Assim como tem acontecido em outros vários lugares do Peru, o turismo desenfreado, mal planejado e sem regras pode acabar, em pouquíssimo tempo, com muitas belezas naturais que a região oferece. Viajamos à esses lugares há décadas, e não podemos deixar de registrar as muitas mudanças (prá pior!) que temos visto nos últimos anos. Até mesmo o encanto de se visitar regiões ainda virgens e intocadas, está se esvaindo. Portanto, aqui uma dica: se você deseja conhecer essa montanha, e outros lugares citados por nós, corra!

Sobre a Montanha Vinicunca:

A viagem, de van, de Cusco até o início da trilha se dá em cerca de 3 horas.

Dali, o grupo parte para uma caminhada de aproximadamente 6 km até chegar à montanha. Parece pouco, mas não podemos nos esquecer que essa caminhada é feita, em sua maioria, perto dos 5000 msnm! Falta ar! O corpo pesa! As pernas não obedecem... O nível de dificuldade é alto. Claro, há a opção de aluguel de cavalos para os menos preparados fisicamente.

Todo o esforço é recompensado pelo visual. Além do colorido da montanha (suas encostas e cume são decorados por franjas em tons intensos de fúcsia, turquesa, roxo e dourado), por todo o horizonte vemos picos cobertos de neve, com destaque para o Nevado Ausangate, um dos mais bonitos do Peru, com 6384 metros de altitude! 

O fim da trilha se dá justamente no melhor ponto de visão da Vinicunca (aquele que se vê nas fotos!). A altitude ali é de 5200 msnm, e, dependendo da época do ano, a temperatura pode estar negativa em plena luz do Sol!

Em agosto de 2017, a montanha Vinicunca apareceu na lista dos cem lugares que você deve conhecer antes de morrer, compilada pelo site Business Insider. De fato, o passeio de 1 dia inteiro, vale mesmo a pena, e deve mesmo ser feito. Mais um caminho de superação e autocontrole que faz parte de nosso roteiro. 

É imperdível porque...

 

• Será a primeira caminhada técnica do grupo, um treino para a Trilha de Salkantay;

• As cores que decoram as encostas da montanha resultam de uma história geológica complexa e datam dos períodos Terciário e Quaternário, ou seja, de 65 milhões até 2 milhões de anos atrás!;

• O visual ao redor é maravilhoso: picos nevados por todos os lados;

• Apesar da dificuldade, a caminhada é tranquila. Cada um caminha a seu ritmo, respeitando os limites do próprio corpo. É a hora de cada um estar consigo mesmo;

• O trajeto Cusco-Vinicunca passa por povoados ainda desconhecidos do grande público. Uma chance de conhecer construções genuínas e nativos descendentes diretos dos incas. Uma imersão completa na cultura andina.

Contato

Whatsapp / Telegram: 19-98920.6147

E-mail: projetointi@gmail.com

Redes Sociais

Copyright © 2020 Projeto INTI - Turismo Cultural e de Autoconhecimento

Todos os direitos reservados